O Brasil está vencendo seus piores problemas, a fome e a miséria

O Brasil está vencendo seus piores problemas, a fome e a miséria

"Eu vou com Lula e Dilma ajudar a conquistar novos Brasis"Dalmare Anderson B. de Oliveira Sá - Aracaju/Sergipe

Depoimento enviado em 13/09/2014

Lembro dos meus 12 anos, quando chorando de felicidade eu corria para a rua pra ver a carreata da vitória do Lula Tive apenas uma tristeza, não pude votar pra ajudar ele a ser eleito. Daquele dia em diante, eu sabia que o país seria outro, que a fala do meu professor de geografia da 7ª série de que nem tão cedo seríamos um país menos desigual e tão subdesenvolvidos seria superada. Desde então eu acompanho a vida política e as vitórias do povo brasileiro.
Não fui um dos milhões de brasileiros agraciados com os principais programas do governo, tais como: fome zero, bolsa família, ProUni, Luz para Todos, Minha Casa, Minha Vida, até o Ciência sem Fronteiras chegou na Universidade no ano que estava me formando kkkk. Cursei farmácia em uma Universidade Federal (em Sergipe) e pude ver seu desenvolvimento e sua transformação com as verbas que chegaram do Reuni, somos hoje a 33ª melhor universidade do país com pouco mais de 45 anos de existência.
Atualmente curso residência multiprofissional em saúde mental na UFS com bolsa do Ministério da Educação, e tenho visto mais de perto a situação do povo em vulnerabilidade social. Chegar perto das pessoas que realmente foram as que alcançaram um patamar de vida aceitável, me reafirma todo dia o meu compromisso e voto neste projeto de país iniciado em 2003. Apenas quem realmente passou fome, consegue valorizar o que é fazer com que todos os brasileiros tenham 3 refeições. Apenas quem foi miserável consegue ver quão é importante ter uma fonte de renda. É isto que vejo nos olhares e sorrisos das pessoas que conheço durante meu trabalho com a comunidade mais pobre, o quão é sincero o sorriso a dizerem que sua maior felicidade é ter um prato de feijão e arroz.
A (em uma grande parte) egoísta classe média, a qual faço parte, não compreende que, dentre todos os problemas que o Brasil tinha em 2002, o principal deles não era saúde, educação, economia, mas sim a fome e em seguida a miséria. A fome não espera, nem mesmo a saúde é tão severa quanto ela. O Brasil que nós críamos nos fez chegar a um outro momento, temos uma população majoritariamente de classe média agora. Nossas prioridades são outras, temos clareza da necessidade de retorno dos nossos investimentos em impostos em serviços públicos de qualidade. É por ter certeza de que trilhamos o caminho certo até este momento e, por querer aprofundar as mudanças que conquistamos em 12 anos que eu vou com Lula e Dilma ajudar a conquistar novos Brasis!